"Transforme suas HORAS EXTRAS em um Negócio Altamente Lucrativo sem precisar sair da estabilidade do seu trabalho!"

 

Ferramentas

O que são e como utilizar os gatilhos mentais

Partindo do pressuposto de que uma boa propaganda provém da sua mensagem e da maneira de que a mesma é enviada para o consumidor, os gatilhos mentais seriam uma maneira de conduzir uma pessoa para uma determinada ação através de uma argumentação específica na sua mensagem.

 

A síntese básica dos gatilhos mentais

gatilhos-mentais

No geral os gatilhos mentais são um ponto de uma mensagem que levam alguém para uma determinada ação. No marketing existe o termo call-to-action, que consiste em chamar uma pessoa para uma determinada ação.

– Por exemplo: Após uma série de argumentos sobre os benefícios de um curso digital, o anunciante finaliza o texto com um botão digital dizendo “matricule-se já”. Esse termo em parênteses consiste em uma chamada para ação.

Um gatilho mental pode estar incluso nessa chamada para a ação. Ao invés de simplesmente convidar o usuário a se matricular no seu curso, você pode dizer que se a matrícula for feita naquele instante a pessoa vai ganhar um desconto de 20%. Esse desconto consiste no gatilho mantel de ganho. O cliente será induzido a pensar que não está gastando dinheiro com o curso, mas sim quem está economizando 20%.

Como foi dito, os gatilhos mentais consistem em trabalhar com terminologias que conduzem o consumidor em potencial de maneira psicológica para uma determinada ação. Os usos dos gatilhos são muito presentes no marketing moderno, pois é através deles que a maioria das empresas conseguem conquistar novos consumidores e, consequentemente, aumentar sua renda como um todo.

 

Lista de gatilhos mentais mais comuns e eficientes

gatilhos-mentais

No mundo do marketing existe uma infinidade de gatilhos mentais, nós já exemplificamos um deles, mas agora vamos mostrar para você mais alguns para que suas ações publicitárias sejam mais efetivas.

Confira nossa lista exclusiva de gatilhos mentais feitos para você logo a seguir:

  • Escassez: A escassez é um dos gatilhos mentais mais eficientes. Você anuncia as últimas unidades de um produto em sua loja. Por ser as últimas unidades, o consumidor em potencial vai entender que as pessoas estão comprando, ou seja, o produto possuí tanta qualidade que quase não tem mais;
  • Prova social: A prova social é utilizar os clientes para fazer mais clientes. Você demonstra que o seu produto tem qualidade através de pessoas que já consumiram e aprovaram. Apresentar indicadores de compras, X unidades vendidas, é um exemplo de prova social;
  • Urgência: A urgência é um dos gatilhos mentais que podem ser relacionados a escassez. Mas não necessariamente ligada a mesma. A urgência normalmente aparece em promoções rápidas, onde a pessoa tem apenas poucas horas para poder comprar um determinado produto com desconto;
  • Autoridade: Quando uma pessoa fala como autoridade, mostrando ser especialista no assunto, as outras passam a acreditar naquilo que ela disser. Se a marca se posicionar como autoridade no assunto, o seu produto ganha qualidade e o cliente fica interessado na compra;
  • Antecipação: Os gatilhos mentais de antecipação são muito comuns no cinema. O trailer de um filme, por exemplo, é um gatilho de antecipação. Você cria expectativa no consumidor antes mesmo do produto ser entregue. É possível fazer isso com pré-venda e mais uma infinidade de ações;
  • Criação de demanda: Você aponta defeitos na vida das pessoas e apresenta um produto que soluciona esse “problema”. Isso é o gatilho mental de criação de demanda de compra;
  • Novidade: O último dos gatilhos mentais mais populares e eficaz é o da novidade. Como o próprio nome indica, o conceito consiste em oferecer uma novidade mercadológica para o consumidor. Você não precisa, necessariamente, oferecer um produto novo, podendo também fazer uma nova abordagem de uso ou de divulgação desse produto.

Bem agora que você já sabe um pouco sobre os gatilhos mentais e sua eficácia, acredito que fará bom uso deles em seus artigos, anúncios e em seus e-mails. Lembre-se sempre de entregar uma oferta com algum conteúdo para seus leitores e assinantes de sua lista de e-mail marketing nunca envie anúncios vazios para sua lista pois isso todos fazem seja diferente e entregue algo de valor que vai despertar a vontade de seu lead ou leitor ser recíproco com você.

Gostou desse artigo? Deixe seu comentário terei imenso prazer em responder. Ah! Se não gostou comente também.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

CommentLuv badge

2 Comentários

  1. Gabriela disse:

    Excepcional! A ideia de obter técnicas para atrair, persuadir e vender é maravilhosa!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.